O paradoxo da obesidade

Atualizado: 30 de nov. de 2021

A obesidade, segundo a Organização Mundial de Saúde ( OMS) é considerada uma doença definida como um acúmulo anormal ou excessivo de gordura corporal que pode atingir graus capazes de afetar a saúde. É uma doença crónica, de origem multifatorial e está associada a doenças crónico-degenerativas.

Sendo uma doença existem tratamentos desde cirurgia gástricas, adoção de um estilo de vida saudável incluindo a alimentação e exercício físico e aconselha-se sempre que emagreça acompanhado por profissionais de saúde.

Dependendo do intervalo de peso a ser eliminado existem verdadeiros desafios de coragem, persistência e resiliência. Emagrecer 20 quilos requer uma audácia diferente de emagrecer 5 quilos.

Não menos importante é o tempo que o individuo “ batalha” contra a doença. Tentativas e mais tentativas de emagrecimento, em que muitas delas são feitas de forma solitária, são excelentes oportunidades de aprendizagem, mas dependo da personalidade é também motivo de grandes frustrações.

Quando visualizarmos alguém com excesso de peso não sabemos se a pessoa já tentou alguma vez travar essa doença, até porque a própria pessoa não consegue esconder o seu corpo, não consegue esconder que possui na verdade um problema com o seu peso, e então a sua privacidade é “roubada”.

Era bom deixarmos de julgar o corpo de uma pessoa;

Era bom aconselharmos verdadeiras soluções terapêuticas comprovadas pela ciência em vez de conselhos como “deixar de comer pão”, ou “deixar de comer à noite hidratos de carbono”. Isso não ajuda em nada ninguém… Só acrescenta e ideia que emagrecer é deixar de comer grupos de alimentos e isso é um mito.

Era bom que as pessoas soubessem educar o paladar e dar tempo ao corpo e ao cérebro pela nova reeducação sem pressão e quiçá divertir um pouco com essa nova aprendizagem,

Era bom um individuo que sofre de excesso de peso tivesse apoio na sua cura.

A nutricionista

Membro Efetivo da Ordem dos Nutricionistas nº1828N

Milene Castro Silva



38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Sementes