5 estratégias para não estragar o emagrecimento no fim de semana

Atualizado: 30 de nov. de 2021

Para algumas pessoas o fim de semana é sinónimo de diversão, família, comida pouco saudável… Seja o que for e se está a iniciar um estilo de vida mais saudável certamente já pensou que o fim de semana seria a sua pedra no sapato.

Primeiro quero deixar bem claro que um estilo de vida saudável inclui convívios sociais ( amigos e família), até porque carinho e afeto fazem parte da vida. Não se deve escolher entre convívios e emagrecer! Isso seria o mesmo que escolher entre a sua mão direita e esquerda uma vez que necessita das duas (mesmo que use uma mais dominante). Assim faz todo o sentido o equilíbrio entre estes dois pontos. Comece a realizar uma introspeção sobre a finalidade do fim de semana: estar com aqueles que amamos, conviver, dar atenção, etc. Quando compreender a sua finalidade vai compreender que o fim de semana não é seu inimigo mas sim um aliado no emagrecimento.

Outro ponto interessante são as emoções de culpa de ter comido muito que transporta para a semana seguinte. Culpa não ensina ninguém, muito pelo contrário, coloca a autoestima em baixo e a probabilidade de comer saudavelmente nos dias seguintes reduz circunstancialmente. Uma estratégia interessante é estabelecer um compromisso consigo mesmo antes dos acontecimentos, como por exemplo, no aniversário x vou comer uma fatia de bolo e não necessito de repetir.

Ora " o fruto proibido é o mais apetecido". Acaso for uma pessoa que se proíbe constantemente e foca a sua atenção naquilo que não deve comer algum dia na semana ou fim de semana vai acontecer uma cascata de alimentos pouco saudáveis. O equilíbrio é fundamental.

Por último, o controlo alimentar causa angustia. Porque não tenta aprender a comer saudavelmente? A aprendizagem causa prazer.


Em suma :

1- compreender que emagrecer não é sinónimo de proibições de convívios;

2- Compreender a sua atitude perante os convívios ( será para estar com as pessoas que gosta ou para comer o " fruto proibido"? );

3- Foque a sua atenção em alimentos saudáveis e gostosos em vez de alimentos pouco saudáveis;

4- Estabeleça um compromisso consigo mesma;

5- Prefira a aprendizagem sobre uma alimentação saudável do que o controlo e rigidez alimentar;


Espero que estas palavras escritas tenham auxiliado o leitor ( a) . Caso conheça alguém que beneficiaria deste texto partilhe-o pois "a união faz a força".





A nutricionista & Escritora

Milene Castro Silva


Membro efetivo da Ordem dos Nutricionistas nº1828N




48 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo